Mulheres trans não deveriam ser interpretadas por homens em filmes


A atriz e ativista trans Jen Richards postou em seu Twitter algumas das razões pelas quais mulheres trans no cinema não deveriam ser interpretadas por homens cis. A principal razão é que quando homens atuam como mulheres trans isso gera violência, porque os homens absorvem a crença que no fundo as mulheres trans são homens disfarçados e não mulheres.

A opinião dela se baseia em relatos que ela presenciou e faz muito sentido. Os homens tem desejo por mulheres trans, mas o julgamento social e a crença que no fundo elas são homens acaba por criar uma necessidade de reafirmar sua masculinidade, o que ocorre através da agressividade. Ela defende que mulheres trans deveriam ser interpretadas por mulheres trans, o que além de mudar a crença das pessoas, também contribuiria para proporcionar mais oportunidades de emprego para pessoas trans. Eu acredito que realmente já seriam dois coelhos com uma cajadada só, mas que talvez um primeiro passo menor já seria colocarem mulheres, sejam cis ou trans, fazendo o papel no lugar de homens. Essa mudança que ela propõe com certeza começaria a mudar a maneira como as pessoas olham para as mulheres trans.

Lembrando que além dos dois exemplos que ela cita, outro bem famoso é o de Eddie Redmayne em A Garota Dinamarquesa.

Abaixo coloco a tradução de parte do texto de seu Twitter:

“Tudo isso se resume a uma razão principal para que homens cis não atuem como mulheres trans. Essa razão é a que está me fazendo chorar enquanto eu escrevo isso…”

“O resultado será de violência contra mulheres trans. E não de maneira metafórica, eu digo isso literalmente. Homens cis atuando como mulheres trans causam mortes.”

“O motivo é este. Eu passei anos observando a violência contra mulheres trans, em especial quem pratica ela e os motivos. Eu converso com as sobreviventes. Existe um padrão.”

“Homens hétero sentem atração por mulheres trans. Sempre sentiram e sempre sentirão. Nós estamos entre as profissionais do sexo mais requisitadas. Isso é fato.”

“MAS eles tem medo que ficar com mulheres trans faça eles se sentirem gays/menos homens. Eles procuram por nós, se divertem, então nos punem pela ansiedade que eles sentem.”

“Vamos ser mais diretas: Ele fazem sexo conosco, ficam preocupados que isso faça eles se tornarem gays, então reafirmam sua masculinidade com violência sobre nós.”

“De volta ao ponto. PORQUÊ homens, que não se sentem atraídos por homens, que apenas namoram mulheres, pensam que ficar com uma mulher trans faz eles serem gays/menos homens?”

“Porque a cultura como um todo ainda pensa que mulheres trans são ‘na verdade’ homens. A televisão nos mostra isso a décadas. Já é algo que foi internalizado.”

“De novo e de novo homens cis atuam como mulheres trans em meios de comunicação com alto alcance, são recompensados por isso, e dizem ao mundo que mulheres trans são ‘na verdade’ homens.”

“Quando Jared Leto atua como Rayon e aceita o Oscar com um barba grande, o mundo inteiro vê que uma mulher trans é apenas um homem fazendo de conta.”

“Quando @MattBomer atua como uma profissional do sexo trans, ele está dizendo ao mundo que por trás de tudo que aparece, mulheres trans como eu são na verdade apenas homens.”

“E isso vai gerar violência. Não para mim, provavelmente, mas para garotas que que já estão sob risco. Qualquer homem cis que faça isso tem sangue em suas mãos.”

“Eu não sou uma ativista estridente. Eu digo isso de maneira literal. Isso está acontecendo a todo momento. O risco é de vida e morte. Nossas mulheres estão morrendo.”

“Eu sou uma cineasta. Eu considero a liberdade artística sagrada, mas eu também reconheço o seu poder como uma responsabilidade. Nós moldados percepções, nós somos culpadas.”

Carregando comentários...